terça-feira, 15 de abril de 2008

Até breve, amigos e outros visitantes

Se eu tivesse que deixar esta terra e me fosse pedida uma palavra, como a única palavra que exprime o nosso Ideal, eu diria – com a certeza de que me compreenderiam -: “Sejam uma família”.
Há entre vocês quem esteja a sofrer por causa de provas espirituais ou mortais? Compreendam-nos como e mais do que uma mãe, iluminem-nos com a palavra ou com o exemplo. Não deixem que lhes falte, e façam até com que cresça ao seu redor, o calor da família.
Há entre vós quem sofra fisicamente? Que eles sejam os irmãos predilectos. Sofram com eles. Procurem compreender até ao fundo o seu sofrimento. Façam-nos participar dos frutos da vossa vida apostólica, a fim de que saibam que foram eles que, mais do que outros, contribuíram para esses frutos.
Há quem esteja a morrer? Imaginem que estão no lugar deles, e façam tudo aquilo que gostariam que vos fizessem, até ao último instante.
Há quem se alegre por uma conquista ou por qualquer outro motivo? Alegrem-se com ele, para que a sua consolação não seja entristecida e a alma não se feche, mas a alegria seja de todos.
Há quem esteja para fazer uma viagem? Não o deixem ir sem lhe encher o coração com uma única herança: o sentido da família, para que o leve para o seu lugar de destino.
Não coloquem nunca nenhuma actividade, seja de que tipo for, nem espiritual nem apostólica, antes do espírito de família com aqueles irmãos com quem vocês vivem.
E onde quer que forem para levar o ideal de Cristo… não poderão fazer nada de melhor do que procurar criar de modo discreto, com prudência, mas com decisão, o espírito de família. Este é um espírito humilde, deseja o bem dos outros, não se envaidece… em resumo é a caridade verdadeira, completa.
Pois, se eu tivesse de me separar de vocês, no fundo, deixaria que Jesus em mim repetisse: «Amai-vos reciprocamente… a fim de que todos sejam um».

Chiara Lubich

É com este texto que termino esta fase do diário de um miúdo. Porque por Ele vale a pena falar, também vale a pena calar. Faço-o entre lágrimas… porque ele fazia já, parte da minha vida… vou continuar a escrever, apenas não vou publicar. No dia em que senti que esta coisa sem projecto podia valer alguma coisa para ajudar alguém, por motivos pessoais, naturalmente mais fortes, faço uma pausa. Será breve ou longa? Não sei! A vida é como os carrinhos de corda, paramos, recebemos corda e depois arrancamos com muito mais força. Em dois meses recebi 3365 visitas… por trás desse número enorme estão grandes amigos que vão permanecer pois já o eram antes… se havia alguma coisa de programado, tudo falhou hoje. Não estou contente mas estou feliz… custa-me muito mais deixar de escrever, mas faço-o… A melhor despedida possível é a que Chiara apresentava em 1973…Leiam também o que diz na palavra de vida do próximo mês a que já tive acesso…
Obrigado a todos.. pelos comentários, pelos elogios, pelas críticas, por virem…
Abraço-vos com um sorriso…mesmo que a cara esteja coberta de lágrimas…
Até breve amigos, vocês fazem parte de mim… tenho-vos no coração… não essqueçais… Amai, amai, amai!

21 comentários:

Anónimo disse...

Não acredito que nos vais deixar!!!!
É tão bom chegar ao fim de mais um dia cansado e dar uma espreitadela ao diário deste muído...há sempre qualquer coisa que nos faz pensar, qualquer coisa que nos lembra que existe algo que nos lança para a frente...algo que é a razão da nossa existência!!!Até podemos nem comentar (o que acontece grande eparte das vezes)mas fica cá qualquer coisa...e no dia seguinte ou até um pouco mais tarde voltamos...Quem sabe se não há mais alguma coisa de novo...
Como será agora???Vais ter de começar a mandar mails para os amigos com os teus textos...
Mas há um tempo para tudo e se achas que este é um tempo para fazer uma pausa...faz!!!Às vezes também é preciso...

Um grande beijo desta tua amiga
Anabela

Carmen disse...

A vida é feita de decisôes...Algumas são nossas...outras nem por isso!!O diário de um miudo não fazia apenas parte de ti...fazia já parte de todos nós!Não é com um sorriso nos lábios que escrevo este comentário...os olhos e os lábios neste momento são o espelho da minha alma!!Estou triste...muito triste mesmo!!Como disse a Anabela...sabia sempre bem ler um texto teu a qualquer hora do dia...dava-nos força. reconfortava o coração...sei lá!!Vou sentir muita falta deste cantinho que era de todos nós...Afinal...éramos uma familia que se encontrava para ler e comentar o teu blog...as tuas palavras...os teus sorrisos!!E agora???que vamos fazer?onde nos vamos encontrar??onde vamos encontrar um texto que por qualquer maneira nos toque e nos faça olhar o mundo com outros olhos???Tou mesmo triste...acredita!!
Espero e torço para que seja apenas uma pausa...pequenininha!!e que depois voltes cheio de força e de energia como o carrinho de corda... :) As tuas analogias sempre foram fantásticas!! :p
Miudo....estarei sempre à tua espera...à espera do teu regresso!!
Beijinho grande já com saudades dos teus textos.... :(

Anthony (ja com saudade deste blog) disse...

... que sensação estranha quando li este post...como se algo do nosso dia a dia acabava... mas compreendo esta pausa e como sabes teras sempre o nosso apoio e a unica coisa que me falta dizer é agradecer-te para esta alegria que transmitiste atraves deste fantastico blog...um grande obrigado amigo para tudo.

Um grande abraço.

Anónimo disse...

não sei porque acabaste com o blog, mas tu é que sabes... o sempre teu amigo Joaquim

A menina do lago :) disse...

Vou sentir saudades... E saudade só se sente de algo ou de alguem que nos marcou... Vou sentir falta deste teu espaço tão meu... Vinha aqui sempre, na esperança de encontrar uma frase, uma palavra... e encontrava sempre. Deves-te orgulhar do teu projecto até agora, Parabéns, por tudo até aqui... Pensa, como eu quero pensar, que é uma pausa... As pausas são boas para pensarmos e reflectirmos... E no momento certo, volta... Eu cá virei todos os dias (já tou mesmo habituada)... Um dia terei uma surpresa...
Um beijinho grande para ti, miudo.

Joana Brás disse...

Porque hoje particularmente vale a pena deixar um beijinho. E até breve! ;)

Anónimo disse...

pk é k nos vais deixar??o k é k eu vou fazer agora todas as vezes k venho a net nada??
sim pk pouca coisa m fazia ligar um computador...essa puca coisa agora ker dexistir...pk?
o meu coraçao ate parou por segundos quando li este texto...
sei k n gostas de comentarios anonimos mas este vai mm ser...sei k estaras sempre comigo mas mm assim o diario de um miudo vai faxer mtmtmtmt falta...
em lagrimas m despexo.............

Obrigado! disse...

Este Miúdo! Ai este Miúdo! Andou a faltar às lições e agora vai embora!
Porque? É a pergunta que gostava de fazer.
Porque?
Quais são as razões que movem uma pessoa a desistir de algo que, mais ou menos, pode ter significado?

Para terminar fica aqui um pensamento:
Pensar e escrever; duas realidades que dão liberdade ao Homem!

Anónimo disse...

um gand bjinho p o meu "cunhadito"...

Vou ter saudades....

Até breve..

Anónimo disse...

Não posso dizer que fiquei contente quando li que irias retirar-te e privar-nos das teus textos por uns tempos, porventura o sentimento que me invadiu foi de preocupação!
Que se terá passado??? Não nos diz respeito a nós, é verdade.
Se tomaste essa decisão, tenho a certeza que pensaste muito nela antes de a teres tomado.
Qualquer que seja o motivo, deixa-me dizer-te que elejo o teu blog como o melhor, no que respeita a evangelização juvenil. Nenhum (blog) da nossa diocese, e olha que devo conhecer a maioria, se assemelha ao teu.
Pondera muito bem esta retirada!
Não o faças por muito tempo.
OS JOVENS E O MENOS JOVENS, precisam das tuas palavras, elas são certeiras.

Até ao teu regresso, que aguardo ansiosamente.

Uma amiga

carlinha... disse...

Bom amigo.... a muito que ando a pensar o que escrever... também porque o choque foi tanto que nem consegui reagir…
Sei muito bem o porque deste blog. Aliás o próprio nome o diz: “Porque ele vale a pena.” Acho que todos sabemos a que se refere… Aquilo k nos mudou em 3 dias... pois é, o 1052...
Então porque o teu blog também vale a pena, não deixes de nos cativar, não dixes de nos inundar pelos teus ensinamentos, não deixes de nos abrir os olhos...
Lindo nome " diário de um miúdo" como mostra a tua simplicidade... Não poderias escolher nada melhor para te identificares…
Obrigada elas tuas lindas e simples frases ... Espero voltar a ler novos textos teus em breve…Tenho confiança total nisso…
Carla Lopes
Um grande abraço fraterno com o numero mágico 1052 

Um Amigo disse...

Nunca deixes de ser quem és, só porque alguém quer!
Se Deus te escolheu para servir, não deixes de Evangelizar e de fazer esse serviço.
Aguardamos o teu reinicio neste magnifíco blog!
Abraço Amigo...

Anónimo disse...

Agora percebes porque a vida é um circo a vapor...
Sinto as críticas, vivi-as contigo quando me visitas-te, e no meio de tantas palavras acompanhei um bocadinho dos teus sentimentos.
Fazes por amor... acredito em ti.
Estou aqui contigo.

Até breve... afinal como alguém disse(hi hi hi ) também somos todos dos deles. Beijos

Um Amigo disse...

"No meio da tempestade, lanço a âncora que me permite subir até ao trono de Deus: a esperança viva que está no meu coração".
Que a esperança nunca morra e que sejamos testemunhas e fermento na sociedade. "Ser Padre feliz porque Chamado..."

Anónimo disse...

AMIGO:
Por altura deste post tinhas tido 3365 visitas, hoje noto que já lá vão mais 500 visitas sem que tu te pronuncies.
Será que isto não quererá dizer nada???
Será que os teus "amigos e outros visitantes" não querem acreditar no teu "até breve"???
O "até breve" não está a durar tempo demais???
Precisamos das tuas palavras...

Anónimo disse...

Se quiseres acabar com o blog acaba. se quiseres escrever escreve. Isto de andar a chorar para se escrever algo, já lá vai o tempo. Se quiseres levar o blog avante leva, se não só tens de o apagar. Penso é que não vale a pena deixar os amigos pendurados á espera de possiveis textos.

Lenine

Um Amigo disse...

" Caminhante, somos todos nós
O caminho e nada mais
Caminhante, não há caminho
faze-se caminho, caminhando"
( António Machado)

1052 disse...

Temos saudades....
Regressa...
Beijinhos e abraços de todos

afilhada disse...

padrinho n axas k ta na hora de voltares a escrever?? ta toda a gente com saudades...os teus textos fazem falta...va la padrinho volta a escrever...bjitos da tua afilhada...

Ca disse...

Não é por nada...Eu nem era uma pessoa muito assidua deste blog...poucos comentários fazia...achava os textos uma miséria nacional (como dizia o meu prof d CTV na altura dos testes)...LOL
Deixemo-nos de brincadeiras, porque como todos já perceberam...Tou mesmo a brincar!! :)
Não achas que este até já tá a ser demasiado grande?? Vi "até sempre" regressarem mais depressa que tu!!
Fazes-nos falta....sentimos a tua falta!!Se não acreditas vê o nº de visitas que tens agora e que tinhas quando paraste de escrever....alguma coisa deve querer dizer....não???digo eu que sou um bocado leiga nesta coisa de Blogs!!
Por isso apenas te peço...Volta!!
Porque todos sabemos que ELE vale Sempre a pena!!
Pensa nisso....Fico à espera do teu regresso.
Beijinho da Miguita, Ca

Anónimo disse...

Quando é que estás a pensar voltar Brugeço??? Avisa que é para anunciar a todos que o blogue mais cómico cá do sitio vai voltar... Pe. Mantorras