sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Ser presente

Quem se lembraria de felicitar os sr.s padres no dia da sua ordenação, no domingo do bom pastor ou até desejar-lhe um bom Natal e um bom aniversário? Pois bem, um grupo de jovens da Póvoa do Varzim, intitulado “Jovens de Cristo sentido único” tem a preocupação e a boa vontade de recordar este momentos enviando postais personalizados a muitos padres, de todas as dioceses. Não sei se a todos, se apenas aos mais jovens, mas mesmo assim não deixa de ser uma atitude de enaltecer. Este carinho dos jovens será certamente um bálsamo para os sr.s padres. Sabermos que alguém que não nos conhece reza por nós e reconhece a importância da nossa missão é reconfortante. A catolicidade da Igreja atinge aqui um momento enorme e belo! Isto tem ainda mais valor porque quem está mais próximo não se lembra… Quem está longe torna-se presente com este “miminho”.
E nós? que fazemos? Lembramo-nos? Que mensagem de reconhecimento ou gratidão pelos padres que se dão totalmente e que não o fazem para receber agradecimentos, mas merecem a nossa recordação e oração. O postal é o símbolo, é o gesto, é o rosto, é a voz, é o sinal, é a presença na “solidão” de tantos sacerdotes, a visita aos mais abandonados.
Será difícil? Fácil? Caro? Valerá a pena?
Uma proposta…
Que tal o sexto ano ter esta preocupação e presentear assim os padres da nossa diocese? Há tnts razões para o fazer…

1 comentário:

Pe. José Miguel disse...

Caro Giroto
Para que saibas e outros também, eu sou um dos brindados pelo Grupo Jovens de Cristo Sentido Único. Não os conheço, nunca falei com ninguem ácerca deles, no entanto, quero deixar publicado o meu agradecimento a esses jovens. As suas palavras simples nos momentos mais marcantes da vida do sacerdote, são o perfume de Deus. Lembrarem-se de nós e dos nossos caminhos, muitas vezes, só mesmo alguem que não nos conhece.
Obrigado a esses jovens e que continuem sempre a vir ao encontro dos sacerdotes. Em muitos momentos da nossa vida, as palavras deles são as únicas que recebemos.
Abraço