quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

O sofrimento


A cadeira do dentista é um excelente local para se fazer filosofia e até teologia. A minha curta e ingénua reflexão parte da cadeira do dentista que ontem ocupei e passa pela aceitação do sofrimento. Quando a doutora disse que íamos desvitalizar, apercebi-me que ia ter de colaborar, ou seja, pouco mais que sofrer passivamente. As situações de sofrimento fazem-nos pensar e o resultado foi uma analogia.
Dentista-Deus
Cadeira-vida
Desvitalização – morte
Sofrimento – as dificuldades da vida
Dente desvitalizado – a vida/felicidade eterna
Entre outras que podia fazer com o consultório, os instrumentos, etc…
Explicar é estragar tudo, mas faço apenas uma pequena introdução, o resto fica para vocês. O facto de nos tirar a raiz, não implica o fim do dente, da mesma forma que o facto de morrermos não é o nosso fim. O sofrimento da desvitalização, ou da morte, não são fáceis de suportar e só fazem sentido porque queremos que não volte a doer,que não voltemos a sofrer. Quando o sofrimento tem uma razão de ser, um sentido, deixa de ser mero masoquismo para se justificar por um bem maior, por uma boa razão. Estar diante do dentista e pedir-lhe para nos desvitalizar, é reconhecer a necessidade do sofrimento para que possamos sofrer menos no futuro.
As comparações têm sempre uma parte de semelhança e outra de dissemelhança, como diria um Padre da Igreja. Cabe-vos a vocês descobrir.

7 comentários:

Da terra de Lida disse...

Muito bem!!! que reflexão tão rica! já fui ao dentista várias vezes desvitalizar mas nunca pensei dessa forma! para a próxima vou pensar em teologia...
Abraço fraterno

Diakonia disse...

a escatologia do dentista...qual é a parte do inferno, do céu e do purgatório...questões recentes...podia explicar...diakonia...abraçõ em Cristo Nosso Senhor

jorge disse...

Bem amigo e irmao em diakonia, a parte dos restantes novissimos terão que ver com a evolução do estado do dente. se a intervenção correu bem e não voltas a ter problemas, estaras no céu. se correu mal, sem esperança de remedio, tas no inferno, se correu mal, mas ainda há hipoteses de melhorar, estás no purgatório. obrigado pelo contributo:-)

da terra de lida disse...

desculpa a ignorância!! o que é ser conviva?
www.osantocavaleiro.blogspot.com

Carmen disse...

Amigo da terra de lida...
Não é fácil explicar o que é ser-se conviva...é algo pelo qual cada um tem que passar...O que é ser conviva para mim é certamente diferente do que é ser conviva para o Jorge!!Começo por te aconselhar a participar num próximo Convivio Fraterno...só o podes fazer uma vez em toda a tua vida!!!Vais achar estranho este facto...mas depois de o viveres vais certamente perceber...porque há revelações e descobertas que só podem ser feitas uma vez na vida!!
É-se Conviva depois que se participa e faz o 1º convivio Fraterno...Eu pertenço ao mais recente...1052!! Tudo o que o Jorge escreveu define bem o sentimento que se vive nesses 4 dias de busca, procura e encontro!!É um erro pensares no convivio como um retiro...o convivio é um conjunto de emoções, de alegrias, esperanças, felicidade, encontro contigo e com os outros...e sobretudo de encontro com Aquele AMIGO de que tantas vezes tamos distante...Um Encontro com DEUS!! Quando saimos de lá....parece que a nossa vida mudou 180º...a nossa forma de pensar, de encontrar Deus, de olharmos para os nossos amigos e para a nossa familia (que às vezes nem nos apoiou na nossa inscrição)...o famoso 4º dia não é fácil...mas é bom quando é autentico!!Apartir desse dia...sabes que Jesus caminha sempre ao teu lado...no meio das tribulações, das alegrias, das tristezas, dos problemas inexplicaveis!!Sentes uma grande força interior...mas tens que continuar a lutar e a procurar Deus...O meu convivio foi há apenas 3 semanas...e ktas vezes...já não me foi dificil encontrar DEus e o Amor DEle em mim e nos outros e para os outros. Acho que tou a massacrar-te e que talvez não esteja a explicar da melhor forma....Mas pensa que ser Conviva, para mim, é acreditar plenamente que Jesus tá sentado neste momento a olhar por mim....é sentir a felicidade de se pertencer a um grupo com quem se partilhou assuntos e sentimentos muito nossos...é olhar para o lado e acreditar que jamais estaremos sózinhos...porque temos SEMPRE Jesus e os nossos Irmãos convivas ao nosso lado.
Jorge desculpa ter-me alongado...da terra de lida....espero não te ter confundido ainda mais...`As vezes precisamos escrever para também nós acreditarmos e darmos o nosso testemunho...Sê muito feliz...e luta e acredita que nós tamos todos aqui...Eu, o Jorge...e mais alguns!! Vai ao convivio no próximo ano...A Alegria que se sente é inexplicavel...

Anónimo disse...

terra da lida, antes de fazer o meu convivio tb perguntei mts vezes do k se tratava....ouvi mt coisa,mas nada do k m explicaram eu percebi...nem nada do k vivi la foi o k m explicaram...so fazendo o convivio é k s consegue perceber o k é ser conviva...e uma coisa é certa ser conviva é mt mt mt mas mxm mt bom...mas tb é uma coisa k nao s explica...pk como o jorge diz, se se explicar mt estraga...
mas dou a minha opiniao, vai fazer o proximo convivio e nao t arrependeras...

jorge disse...

Carmen...
ao melhor nível, muito obrigado por comentares.. assim, não tive de dizer a esse amigo para ir ver os post que tinha escrito a falar do convivio.. mas tb me quer parecer que esse amigo sabe mais de convivio que nós os dois juntos... Beijinho e fica bem